Nas_apostas_esportivas_em_quem_apostar

Nas apostas esportivas em quem apostar nesse processo de negociações? Está sendo um assunto de muita importância nesses momentos para os jogos e as apostas no Brasil. A Febralot e os Empresários lotéricos se reuniram no Palácio dos Bandeirantes após várias etapas de negociação.

Após a campanha levada adiante pela Federação Brasileira das Empresas Lotéricas, finalmente aconteceu uma audiência. Em meio de pré-campanhas e um evidente retraimento econômico a nível mundial, a regulação das apostas poderia contribuir.

Novo governo, e nas apostas esportivas em quem apostar

Nas apostas esportivas em quem apostar?

  • A campanha “Lotéricos valem mais” rendeu seus frutos, embora os avanços nessa estrada sejam graduais;
  • Em fevereiro de 2019 a Caixa resolveu se aproximar da Febralot, após as incertezas perante a mudança de governo;
  • Segundo o site do BNL, as decisões acordadas, não foram aplicadas nas SRs por falhas na comunicação;
  • Outro ponto importante é que as Superintendências Regionais deviam participar da procura de melhor rentabilidade para o setor;

A reunião entre lotéricos e o governo

Antônio Imbassahy (PSDB – BA), Secretário Especial e Chefe do Escritório de Representação do Estado de São Paulo em Brasília, recebeu vários empresários do setor em São Paulo. A reunião girou em torno a busca de acordos entre Brasília e o Governo estadual de São Paulo.

Aliás, o PSDB vem sendo de muita importância para as vinculações entre o setor parlamentário e a instituição.

O secretário fez ênfase no apoio que continuará sendo dado para os lotéricos nesse sentido, e sua contribuição para um bom diálogo com o novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

O foco do problema e o foco da solução

As jogatinas no Brasil tem sido uma grande pedra no sapato desde sua proibição em 1946, para todos os interessados. Em consequência, para jogar ao Black Jack, e ganhar algum dinheiro em troca, só saindo do Brasil ou entrando em sites de apostas online estrangeiros.

Durante a reunião aprofundaram nas possíveis manobras a ser levadas adiante para a busca de caminhos em comum entre parlamentares e futuras oportunidades de maior ordem que a Caixa.

Saiba em apostas esportivas em quem apostar

Nas apostas esportivas em quem apostar

Um dos motivos, são algumas dificuldades com o novo presidente da Caixa Econômica Federal, embora existe intenção de supera-las. Segundo um artigo publicado no site da Febralot, as tratativas junto à gestora irão até o seu esgotamento.

Febralot e BNL

As duas instituições publicam em seus sites, informações que concordam com argumentações de políticos do PSDB, do PP e diversas correntes políticas. Tanto a Febralot quanto a BNL coincidem em que as perdas dos empresários lotéricos provém das vendas de jogos pela internet.

Claro que nenhum fenômeno jamais foi uni-causal. Isto é, os milhões de reais que o Brasil perde por conta dos jogos de azar clandestinos, é a outra cara da moeda. Geralmente a cara que ninguém gosta de lembrar. Inclusive o senador Ciro Nogueira (PP), lembrou dessa situação em entrevista para TV Senado alguns dias atrás.

O presidente da Febralot, disse que não -é- apenas a perda de clientes para o meio digital, que é cada vez mais crescente. Amaro falou da consequência: o baixo comissionamento repassado para a rede para execução da finalização deste processo.

Assim, Jodismar disponibiliza a Rede Lotérica do Estado de São Paulo em apoio ao Governo do Estado. Disse que, está disposto a favorecer campanhas sociais a través da estrutura da própria rede lotérica. Consequentemente, o ex-deputado (PSDB) pelo Estado da Baía, apoia documentar e impulsar esta proposta para o Governador do Estado. Inclusive, oferecendo ser ele mesmo quem leve a proposta ao Governador João Doria.

Concluindo

Assim, vamos esperar por uma boa resolução para todas as partes, especialmente para o Brasil, além de bandeiras partidárias. Afinal, a questão da regulação dos jogos de azar traz claridade para um ramo que precisa de um horizonte bem definido. Boas regulações garantem lucros, direitos e deveres, para todos.